icone

No curso de ciências contábeis um dos primeiros conceitos que aprendemos sobre a contabilidade é distinção entre pessoa jurídica e pessoa física, uma das principais características para a contabilidade possuir uma mínima organização são que as despesas pessoas dos sócios precisam estar definitivamente separadas das despesas da empresa, essa definição tem o embasamento técnico dos Princípios de Contabilidade, especificamente o “PRINCÍPIO DA ENTIDADE”.

O PRINCÍPIO DA ENTIDADE reconhece o Patrimônio como objeto da Contabilidade e afirma a autonomia patrimonial, a necessidade da diferenciação de um Patrimônio particular no universo dos patrimônios existentes, independentemente de pertencer a uma pessoa, um conjunto de pessoas, uma sociedade ou instituição de qualquer natureza ou finalidade, com ou sem fins lucrativos.

Por consequência, nesta acepção, o Patrimônio não se confunde com aqueles dos seus sócios ou proprietários, no caso de sociedade ou instituição.

Principais erros da administração financeira que não podem ocorrer em sua gestão:

 1) Não pague despesas pessoais com recursos da empresa

É fácil, nunca pague despesas de sua casa com recursos de sua empresa, nem o contrário. “Apagar” um incêndio com métodos errados causará um acidente fatal na gestão e no futuro da sua empresa.

2) Utilize contas bancárias separadas:

Com apenas uma conta bancária é humanamente impossível realizar uma boa gestão financeira e definir claramente o que é despesa pessoal ou despesa da sua empresa. Utilizando apenas uma conta bancária fica evidente a violação ao princípio contábil da entidade, que defini a separação de receitas e gastos das pessoas jurídica e física.

3) Defina sua remuneração através do Pró-labore e distribuição de Lucro:

Para uma gestão financeira saudável é essencial que em sua empresa tem uma politica definida do Pró-labore e Distribuição de Lucro para os sócios.

Com uma política de remuneração aos sócios definida, facilita um bom planejamento para as constantes mudanças do mercado, é importante ter sempre uma reserva financeira, para poder responder rápido as necessidades de seu negócio, sejam com novos investimentos, aumento do capital de giro, entre outras possibilidades e instabilidade do mercado.

4) Utilize a Tecnologia:

Centralizar todo o controle financeiro no papel e Excel pode trazer uma grande desvantagem competitiva para sua empresa. Existem hoje softwares capazes de facilitar, organizar, emitir nota fiscal e proporcionar um controle muito maior de suas finanças.

5) Contabilidade:

Não deixe que a falta de informação atrapalhe as decisões da sua empresa. Mantenha-se bem informado sobre as constantes mudanças tributárias e trabalhistas, revise com seu contador anualmente o melhor planejamento tributário.

Essas foram só algumas dicas, mas o que define sua empresa são seus procedimentos e conduta!

Acesse nosso site e conheça Real Domínio contabilidade em: www.realdominio.com.br

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.